fanzinetaz


cada coisa em seu lugar

eu não inventei os lugares

as coisas já estavam lá

eu não inventei as coisas

elas já estavam aí quando nasci

foi um vento forte que tirou

tudo do lugar

eu não inventei o vento

ele veio

como o tempo

eu não inventei o tempo

ele inventou os momentos e cada coisa em seu lugar



Escrito por francesco às 13h13
[ ] [ envie esta mensagem ]


silêncio

nenhuma palavra

 

silêncio

nenhum ruído

 

silêncio

o zumbido do ouvido

 

silêncio

nada se move



Escrito por francesco às 11h50
[ ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]
 
Histórico
24/12/2006 a 30/12/2006
20/08/2006 a 26/08/2006
30/07/2006 a 05/08/2006
23/07/2006 a 29/07/2006
09/07/2006 a 15/07/2006
02/07/2006 a 08/07/2006
11/06/2006 a 17/06/2006
21/05/2006 a 27/05/2006
14/05/2006 a 20/05/2006
07/05/2006 a 13/05/2006
30/04/2006 a 06/05/2006
23/04/2006 a 29/04/2006
16/04/2006 a 22/04/2006
09/04/2006 a 15/04/2006
02/04/2006 a 08/04/2006
26/03/2006 a 01/04/2006
19/03/2006 a 25/03/2006
12/03/2006 a 18/03/2006
05/03/2006 a 11/03/2006
26/02/2006 a 04/03/2006
19/02/2006 a 25/02/2006
05/02/2006 a 11/02/2006
29/01/2006 a 04/02/2006
22/01/2006 a 28/01/2006
08/01/2006 a 14/01/2006
01/01/2006 a 07/01/2006
25/12/2005 a 31/12/2005
18/12/2005 a 24/12/2005
11/12/2005 a 17/12/2005
04/12/2005 a 10/12/2005
20/11/2005 a 26/11/2005
13/11/2005 a 19/11/2005
06/11/2005 a 12/11/2005
23/10/2005 a 29/10/2005
16/10/2005 a 22/10/2005
25/09/2005 a 01/10/2005
18/09/2005 a 24/09/2005




Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 chacal
 zanzara
 zanzara
 a casa
 a casa
 varal discos
 tiesco
 panacea
 renato negrão
 grupo poro
 tentativismo
 ligando palavras
 augusto de campos
 quinta poética
 tempo do rock
 arte e acaso
 bruno brum
 grupo verdade e interpretação
 blog zanzara
 matriz
 a obra
 mineiros uai
 bh music
 narrarte
 balaiovermelho
 PSIU POÉTICO
 errotica
 chave do som
 chacal
 dissonância.com cultura alternativa no front ! ! !
 zine do pirata